Especialidades (cirurgias)

A clínica do Dr. Celso Ferreira realiza diversos procedimentos cirúrgicos. Confira nossas especialidades:

bulletHiperidrose e Bromidrose

Hiperidrose significa suar excessivamente e Bromidrose é o termo usado para se referir aos odores desagradáveis do corpo humano. O suor é uma ação que o nosso organismo utiliza para regular a temperatura do corpo. Através do suor não eliminamos nenhuma toxina, mas água e sais minerais. O odor (bromidrose) é devido à produção de bactérias e fungos que crescem nas axilas com maior facilidade devido à umidade produzida pelo suor. Portanto, se o paciente sua demasiadamente (hiperidrose) ele tem maior propensão a ter bromidrose.

 

 A  produção de suor é influenciada pela temperatura ambiente, mas também pelas emoções, em situações de estresse. Alguns medicamentos e alimentos podem intensificar o odor da pele como temperos mais fortes, alho e cebola em excesso. Nos últimos anos, a aplicação de toxina botulínica para tratamento da hiperidrose  vem tendo muito sucesso, o inconveniente é o preço alto com a curta duração do efeito, devendo ser reaplicado a cada 5 ou 6 meses. O tratamento inicial da bromidrose deve ser realizado pelo dermatologista. Este é que indicará a cirurgia nos casos refratários ao tratamento clínico.

 

O tratamento definitivo para o problema é a cirurgia. Esta pode ser realizada de duas maneiras:

 

O procedimento conhecido como simpatectomia vídeo-torácica que atua sobre o nervo simpático,  bloqueando os  estímulos nervosos na produção da umidade das axilas  e dos membros superiores, podendo reduzir consequentemente o odor nas axilas. Esta cirurgia pode gerar a formação de sudorese excessiva compensatória em outros locais.

 

A alternativa realizada por nós é a da remoção direta das glândulas que produzem o suor nas axilas, não gerando nenhuma reação em outros locais do corpo. É o tratamento definitivo tanto para a hiperidrose como para a bromidrose axilares.

 

Cicatriz: A cirurgia leva em torno de duas horas, deixando uma cicatriz  que acompanha as pregas normais das axilas.

 

Anestesia: Local sob sedação transoperatória realizada pelo anestesiologista.

 

Internação: Não necessita de internação, permanecendo na sala de recuperação por um período médio de três horas.

 

Pós-operatório: É um pouco lento, exigindo curativos caseiros diários, mas tem grau de agressão cirúrgico muito pequeno e a satisfação pós-operatória com o resultado é muito grande. A alternativa cirúrgica é muito segura na resolução do problema do odor axilar e a melhora na qualidade de vida dos pacientes ocorre de maneira radical. O retorno às atividades cotidianas é muito rápido.

bulletLipoaspiração

Procedimento que permite modelar diversas regiões do corpo pela aspiração da gordura excedente em determinadas áreas, como culotes, flancos, coxas, braços, abdômen, entre outras.

A gordura retirada também pode ser reinjetada em outras áreas que apresentarem pouco volume, alcançando uma redistribuição corporal mais harmônica. Esse procedimento é conhecido como Lipoescultura.

 

Cicatriz: As cicatrizes resultantes de uma lipoaspiração/lipoescultura são mínimas, localizadas nas diversas áreas a serem operadas. São feitas para serem menos visíveis possível.

 

Anestesia: Pode ser geral, peridural, raquidiana ou local com sedação, de acordo com as orientações do médico e do anestesista.

 

Internação: O período de internação depende da quantidade de gordura retirada e da extensão das áreas tratadas, além da técnica e tipo de anestesia utilizadas, mas geralmente é necessária a pernoite hospitalar.

 

Pós-operatório: É recomendado repouso por, aproximadamente dois dias. Cinta elástica ou modeladores de lycra devem ser usados por um período de 20 dias a dois meses. A volta às atividade normais dependerá da extensão da cirurgia, podendo variar de dois dias a algumas semanas.
É necessário realizar drenagens linfáticas assim que possível, a fim de drenar líquidos e possíveis inchaços na área, o que acelera o processo de recuperação.
Os resultados não são imediatos e podem surgir desconfortos durante o período pós-operatório. Estes efeitos são controlados pelo cirurgião e desaparecem gradativamente, quando seguidas as orientações do médico.

bulletGluteoplastia

A gluteoplastia aumenta o volume, mas não reduz a flacidez dos glúteos. A região é modelada com o uso de implantes ou pela lipoescultura (reinjeção de gordura do próprio paciente), que pode ser utilizada sozinha ou associada, conferindo resultados mais satisfatórios.

 

Cicatriz: A cicatriz é feita no sulco entre os glúteos, sendo pouco perceptível.

 

Anestesia: Anestesia peridural ou raquidiana com sedação são as mais frequentes. A anestesia geral também pode ser recomendada.

 

Internação: Normalmente, entre 12 e 24 horas.

 

Pós-operatório: Deve-se manter repouso relativo nos 7 primeiros dias. Deve-se evitar, por cerca de 30 dias, sentar-se sobre as próteses ou deitar-se de costas.

 

O período de uso da cinta elástica é de 60 dias, devendo ser realizandas sessões periódicas de drenagem linfática. É comum o desconforto local, que tende a persistir entre dois a cinco dias.

bulletAbdominoplastia

Visa a correção funcional e estética da região abdominal. Retira os excessos de gordura na região e corrige a flacidez de pele e da parede muscular abdominal.

A técnica geralmente é associada à lipoaspiração.

 

Cicatriz: A cirurgia gera uma cicatriz semelhante à incisão de uma cesariana, porém mais longa. A cicatrização depende  da genética de cada paciente e dos cuidados pós-operatórios.

 

Anestesia: Sob a orientação de um anestesista, o tipo a ser aplicado pode ser combinado com o médico. Geralmente, se dá ao nível da coluna (peridural ou raquidiana) ou geral.

 

Internação: Normalmente, a pernoite hospitalar é suficiente.

 

Pós-operatório:  É necessário repouso por, aproximadamente, duas semanas. Deve-se evitar qualquer esforço físico que possa abrir as suturas da região operada. Após este período, gradualmente o paciente volta às suas atividades normais, de acordo com suas limitações.

bulletPrótese mamária

A mamoplastia de aumento tem como objetivo aumentar o volume dos seios com o uso de implantes de silicone, que podem ser inseridos sob o tecido mamário ou sob o músculo peitoral. A técnica também pode ser realizada para corrigir flacidez e assimetrias mamárias.

 

Cicatriz: As cicatrizes podem ser feitas na região das aréolas, na base da mama ou via transaxilar. A análise deve ser feita pelo médico e sua equipe, considerando-se também as especificidades de cada paciente.

 

Anestesia: Na maioria dos casos, a anestesia é local com sedação, mas pode também ser geral, dependendo do caso.

 

Internação: O período de internação varia de quatro a 12 horas.

 

Pós-operatório: Os pontos são retirados entre 7 e 10 dias, podendo haver maior desconforto quando o implante é posicionado por detrás do músculo, principalmente nos primeiros três a cinco dias.
Os curativos são removidos após alguns dias e orienta-se o uso de um sutiã especial. A sensibilidade das mamas fica alterada por dois a três meses, sendo rara a perda da sensibilidade local. Pode ocorrer uma sensação de ardência nos mamilos por aproximadamente duas semanas, que deve diminuir progressivamente.

bulletRedução de mamas

A mamoplastia redutora proporciona seios menores e mais simétricos, além de corrigir o tamanho das aréolas, quando estas são muito largas. Dessa forma, ajuda-se na postura e eventuais dores na coluna. Há uma variação da técnica, chamada Mastopexia, em que o cirurgião apenas corrige a flacidez e a forma dos seios, sem o uso de próteses de silicone. O próprio tecido mamário remodelado se encarrega de conceder um formato mais harmônico e natural à mama.

Atualmente, procura-se introduzir os implantes de silicone nas mastopexias, pois oferecem um resultado melhor e mais permanente.

 

Cicatriz: Em geral, as cicatrizes ficam maiores e mais aparentes. Analise com o cirurgião dúvidas e inseguranças a respeito.

 

Anestesia: Em geral, a anestesia é local com sedação, nos casos menores, ou geral, nos casos de remoções maiores.  

 

Internação: Em média, 12 horas.

 

Pós-operatório: Os cuidados para este procedimento envolvem a limitação de movimentos amplos dos braços por pelo menos 15 dias. Dirigir veículos só é permitido, no mínimo, a partir desse período, e exercícios físicos devem ser suspensos por aproximadamente 60 dias.
É necessário o uso de sutiã específico por 30 dias. O inchaço permanece por até 6 meses. A drenagem linfática é recomendada apenas em casos especiais.

bulletRitidoplastia (rejuvenescimento facial)

A técnica permite reverter parcialmente o aspecto de envelhecimento da face pela correção da flacidez, tanto da pele quanto da musculatura facial, e das alterações de contorno. É fundamental que a técnica proporcione o rejuvenescimento facial preservando a naturalidade e a individualidade de cada paciente.

 

Cicatriz: Geralmente as incisões são feitas no couro cabeludo e na região da orelha (na frente ou atrás), sendo quase imperceptíveis. No caso do pescoço, é feita apenas uma pequena incisão sob o queixo, também discreta.

 

Anestesia: A anestesia pode ser geral ou local com sedação.

 

Internação: Em geral, varia entre 12 e 24 horas.

 

Pós-operatório: O paciente deve manter repouso com a cabeça levemente elevada. Deve-se evitar passar muito tempo deitado, para reduzir o inchaço. Por 3 dias, devem ser utilizados curativos compressivos. Os cabelos só podem ser lavados após a retirada dos curativos.
Pode haver hematomas e desconforto no início, que devem desaparecer entre 7 e 15 dias. A drenagem linfática pode ser recomendada.
A prescrição de cremes especiais depende da evolução e da associação a outros procedimentos, como peeling químico ou a cirurgia das pálpebras. Demais cosméticos são liberados somente após a retirada dos pontos.
A exposição solar é liberada após 2 meses, devendo ser usado bloqueadores solares.

bulletRinoplastia (nariz)

Cirurgia que remodela o nariz, com objetivos estéticos, a fim de obter resultados mais suaves e harmônicos, sempre respeitando as características individuais do paciente.

 

Cicatriz: Na maior parte dos casos, as incisões são feitas dentro das narinas, ficando imperceptíveis.

Anestesia: A anestesia pode ser local com sedação ou geral. Fica a critério do cirurgião e do anestesista qual o tipo mais indicado para cada caso.

Internação: Pode variar de 4 a 12 horas.

Pós-operatório:  O curativo resume-se a uma tala de material termomoldável, leve e sobreposto à aplição de micropore no dorso nasal. Este curativo deve ser mantido por um período de 10 a 15 dias. O inchaço permanece apenas nos sete primeiros dias, diminuindo gradativamente. Hematomas raramente duram mais de 12 dias e não costuma haver dor. A exposição ao sol só é liberada após 2 meses.

bulletOtoplastia (orelhas)

Cirurgia indicada para corrigir o exagero da abertura das orelhas.

 

Cicatriz: Localiza-se atrás das orelhas, sendo imperceptível.

 

Anestesia: A anestesia deve ser local mesmo no caso de crianças.

 

Internação:  A cirurgia é ambulatorial, sem a necessidade de permanência além do tempo cirúrgico, salvo em casos especiais.

 

Pós-operatório:  Faz-se uso de curativos pequenos. Em alguns casos, recomenda-se o uso das faixas.
Geralmente, o desconforto é pequeno e fácil de controlar com analgésicos. A retirada dos pontos, quando necessária, é feita em uma semana. A volta às atividades normais acontece em aproximadamente 3 a 5 dias. Exercícios e esforços maiores são liberados após 20 dias.

bulletMentoplastia (queixo)

Cirurgia estética que remodela o queixo quando este é pequeno e leva a uma desproporção em relação à parte superior da face. É usado um implante de silicone que projeta mais o queixo e devolve o equilíbrio facial. Frequentemente, é associada à rinoplastia, criando-se um perfil mais agradável e harmonioso.

 

Cicatriz: Não deixa cicatrizes externas.

 

Anestesia: Pode ser local, local com sedação ou geral. A escolha do método depende da associação desta cirurgia a outros procedimentos na face.

 

Internação: Pode variar de 4 a 6 horas.

 

Pós-operatório: Usa-se curativos por, aproximadamente, 5 dias. Há leve inchaço nos primeiros dias, desaparecendo gradativamente. O retorno às atividades normais deve ser feito entre 5 a 10 dias após o procedimento.

bulletBlefaroplastia (pálpebras)

Proporciona rejuvenescimento da expressão facial pela correção da flacidez e remoção do excesso de pele e das bolsas das pálpebras. Acaba com o aspecto de cansaço, comum à região dos olhos.

 

Cicatriz: Fica escondida na dobra da pele da pálpebra, permanecendo socialmente imperceptível.

 

Anestesia: Na maioria dos casos, é usada a anestesia local com sedação.

 

Internação: Geralmente, de 6 a 8 horas.

 

Pós-operatório: Deve-se evitar esforço físico nas primeiras duas semanas. Quando há dor, esta é normalmente transitória e facilmente tratada com analgésicos prescritos. Não há utilização de curativos, mas recomenda-se o uso de compressas úmidas com chá de camomila gelado por 5 dias, quando são retirados os pontos.

Endereço:

Av. Mostardeiro, 291/308 - Moinhos de Vento
Porto Alegre - RS - F: (51) 3222.1690

Redes sociais

Facebook Twitter
capella design
Indique o site do Dr. Celso Ferreira